Barbat, 2018


Bem-vindos ao Uruguai! Barbat relembra as últimas férias que tirei com meus pais. Fomos passar quatro dias no Uruguai – a terra prometida para alguns brasileiros – e lá tivemos uma espécie de férias frustradas, como o filme de mesmo nome estrelado por Chevy Chase nos anos 1980. No lugar daquela Wagon verde da família Grisworld embarcamos no Barbat, um imponente e padrão ônibus turístico, que nos servirá de guia nesta viagem pelas óbvias veias da cidade e do tempo. À sua direita podemos ver uma quantidade absurda de fotografias fadadas ao esquecimento digital, enquanto mais adiante poderemos descer para mais algumas imagens e um lanche rápido. Devido divergências de estilos turísticos, resolvi registrar a peculiar forma de viagem adotada por meus pais e traduzir as experiências e emoções que vivenciamos. Em ciclo; subir no ônibus, descer no ponto turístico, fotografar para não esquecer, pular novamente para dentro do ônibus e retomar até sua última e exaustiva parada. Barbat é uma narrativa sobre a produção, acúmulo e soterramento de imagens geradas pelo turista em formato de guia de viagem. Suba no Barbat e venha conhecer o Uruguai! 


Créditos / Credits

Concepção, Realização e Edição: Rafael Roncato

Barbat, 2018


Welcome to Uruguay! Barbat recalls the last vacation I took with my parents. We spent four days in Uruguay - the promised land to some Brazilians - and there we had some sort of frustrated vacation, like National Lampoon's Vacation starring Chevy Chase in the 1980s. Instead of that green wagon from the Grisworld family we boarded the Barbat, a imposing and standard tourist bus, which will guide us on this journey through the obvious veins of the city and of time. On your right we can see an absurd amount of photos doomed to digital forgetfulness, while later we can go down to some more pictures and a quick snack. Due to divergences of tourist styles, I decided to register the peculiar form of trip adopted by my parents and to translate the experiences and emotions that we experienced. In a cycle; get on the bus, get off at the tourist spot, take pictures to not forget, jump back into the bus and resume until your last and exhausting stop. Barbat is a narrative about the production, accumulation and burial of images generated by the tourist in format of trip guide. Jump in Barbat and let's discover Uruguay!



Credits

Conception, Production and Editing: Rafael Roncato

Barbat é uma edição numerada e assinada de 50 exemplares e pode ser encontrada comigo ou na Livraria Madalena.



Sunyata is a numbered and signed edition of 50 copies and can be found with me or at Livraria Madalena

Using Format